Ei, você.

“Ei, você.

É, você mesmo.

Você acha que eu não sei, né? Acha que é tão bom assim em esconder as coisas de mim? Saiba você que eu sou muito mais inteligente e capaz do que pareço. Podem me chamar de “burro” e outras coisas do tipo, mas no final eu sempre acabo por cima. E não há forma de resisitir a isso. Você pode bater o pé, gritar, falar todas as barbaridades que desejar, desmentir suas próprias palavras, e tudo continuará da mesma forma. Você é pequeno, inútil, insignificante e, acima de tudo, cheio de uma prepotência que só não é mais ridícula do que sua própria existência.

Você acha mesmo que eu não sei das suas histórias, das mentiras que você conta, das bagunças que você apronta, dos planos que você maquina com sua mente maldosa todas as noites? Mas, antes mesmo de te acusar de qualquer coisa, acho bom você saber que nada do que você faz me atinge de verdade. Não, sério, acaba comigo te ver acreditando em todo o sofrimento que eu finjo tão bem sentir, cada uma das lágrimas falsas que eu derramo e o júbilo que elas te causam. Talvez, ciente disso, você queria repensar esse seu escândalo ensaiado na frente do espelho – acha que eu também não sei sobre ele? Ah, e só pra constar, você é tão horrível na atuação que nem um cachorro acreditaria em cada uma das palavras que saem da sua boca. Mesmo ele, que nunca as entenderia.

Não vou me estender, estou cansado e gastar mais tempo com esse aviso é mais desperdício existencial do que eu estou disposto a jogar fora. Se você quiser ignorar isso tudo e seguir em frente, eu não tenho nada mais a dizer do que “Ajoelhou, vai ter que rezar”. Somente te peço que seja rápido, estou me enfadando facilmente nos últimos tempo, e esperar não seria nenhuma contribuição.

Um beijo ácido e um abraço cheio de peçonha;

Sua alma.”

[Texto produzido em um momento de reflexão acerca de como as pessoas encaram a própria alma. Eu, como uma pessoa sensata, não me encaixo nisso porque trato minha alma com muito carinho. Aos que assim não fazem… Boa sorte ;D]
Imagem: Daniel Handler/Lemony Snicket e Stephin Merritt

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s