Clair de Lune


E essa Lua sorridente
Já não sei se tá zombando
Se só é indiferente
Ou se só está gozando
Da alegria que é viver
Mudando.
[Dedicado à Lua Minguante, à Vênus Insinuante, e à Arquitetura Torturante que me força passar meu Domingo labutando, ainda que ao ar livre, sob o céu Brilhante]