Os Corvos

“Eu quero sair!”. A garotinha gritaria assim por horas, e então, por dias… Era como se seus gritos desesperados pudessem leva-la pra fora naqueles momentos em que ela mais precisava manter-se dentro. Sua esquizofrenia costumava assustá-la, mas já não era mais assim. Seus delírios, suas visões, tudo aquilo começava a maravilhá-la. Enxergar um mundo totalmente […]