31 Devocionais #23 – Sobre ser Trouxa

     
   Por definição, o “trouxa” é a pessoa facilmente enganável pela esperança de bondade e reciprocidade na natureza humana. Fazemos papel de trouxa quando repetidamente dedicamos amor, atenção e cuidado crendo numa reciprocidade inexistente, ou esperando uma resposta que nunca virá. Não sei vocês, mas eu já fiz muito papel de trouxa. Tanto papel, que dava pra imprimir a Bíblia neles.
    
     Mas, falando na Bíblia, estive pensando esses dias sobre ser trouxa diante do Senhor. Como cristãos, nós aprendemos que não existe bondade inerente à humanidade. Somos naturalmente maus, e ingratos. Mas, em Jesus, contemplamos uma promessa de Amor que transcende a natureza humana. Somos todos chamados a ser “trouxas” em Cristo, diante dos homens, fazendo pelos outros sempre mais do que eles podem pagar, retribuir ou entender. Não como quem se desgasta pela própria consciência ou pelas próprias expectativas, mas como quem entende que o Senhor é uma fonte inesgotável de Amor da qual somos convidados a beber. 
    
     Em suma, sou trouxa, e vou continuar sendo, em nome do Pai. Vou continuar falando e fazendo por outros mais do que eles talvez mereçam, aos meus olhos, ou de outros. E apenas porque, antes de tudo, recebi eu do Amor maior do mundo, mesmo não merecendo, e ele pesa sobre mim como mandamento.
 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s