31 Devocionais #16 – A Suficiência

    
     Assim como vários outros jovens nascidos e criados na igreja, eu demorei muito tempo pra tomar uma posição definitiva com Deus. Eu cresci convivendo com uma luta constante no meu coração entre o desejo de estar aos pés do Senhor e a curiosidade pelas coisas seculares, que sempre pareceram tão mais atraentes e interessantes. 
    
     Por muitos anos, eu imaginei como seria caminhar com Jesus, e ser ensinada diretamente por Ele, em carne e osso, como aqueles em seu tempo, especialmente seus discípulos e amigos mais chegados, puderam fazer. Por muitos anos, eu achei que isso faria diferença no meu caminhar com Ele. A Verdade é que Jesus vive em mim – e tem vivido, ou pelo menos estado muito próximo, desde meus 6 anos, quando eu conscientemente o convidei para ser meu Senhor e Salvador, num acampamento de crianças. Ele vive em mim, caminha comigo, fala ao meu coração, e tem demonstrado seu Amor o tempo todo – mesmo enquanto eu tentava inutilmente fugir dEle e me esconder dos Seus olhos. A diferença entre eu aos 18 e aos 21 é a revelação de que Ele é suficiente. 
    
     Em João 14:8, Filipe, um dos discípulos, pede que Jesus lhes mostre o Pai. Àquela altura, já se aproximava o momento em que Ele seria entregue para ser crucificado – ou seja, seus 3 anos de ministério já se encerravam. E, ainda assim, os discípulos não conseguiam entender o que Ele havia dito um pouco antes, em João 14:6 – Ele É o Único Caminho para o Pai. Através de Jesus, chegamos ao Pai, recebemos o Espírito Santo, e somos feitos filhos de Deus e herdeiros com Ele do Reino vindouro. Não são necessárias riquezas, diplomas, seguidores no Twitter, likes no Instagram, nem os montes de livros que li buscando algo que trouxesse satisfação. 
    
     Em nenhum outro nome há Salvação, Amor, refrigério, ou Paz, além do nome de Jesus. Se te parece difícil hoje tomar uma posição diante do Senhor, entenda que nada do que você abra mão te será como um sacrifício quando você abrir seu coração verdadeiramente para que Ele te preencha profundamente. Não há nenhum vão profundo demais que Ele não possa fazer transbordar. Jesus nos leva ao nosso Pai, nosso Verdadeiro Pai; Jesus nos leva de volta pra casa. E, afinal, Filipe estava certo: isso nos basta.

    

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s